Preço do milho aumentou 5,52% na primeira parcial de março, informa o Cepea

14/03/2022

Preço do milho aumentou 5,52% na primeira parcial de março, informa o Cepea Agrisow lança programa para aumentar produçao paulisrta de 3,3 milhões de toneladas para 11 milhões (Foto: Divulgação)

A demanda por milho está aquecida tanto no Brasil como no mercado internacional e pressiona os preços para cima, segundo levantamento do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). O Indicador ESALQ/BM&FBovespa, praça referência Campinas – SP, subiu 5,52% de 4 a 11 de março, fechando a R$ 103,57 a saca de 60 kg na sexta-feira (11).

A parcial de março, que começou dia 25 de fevereiro e foi medida até 11 de março, avançou 6,4%. Segundo o Cepea, os compradores brasileiros precisam comprar novos lotes, mas eles não conseguem por conta dos vendedores retraídos e dos altos preços praticados no spot (mercado à vista).

Com isso, os consumidores desse mercado estão apreensivos. A nova valorização dos combustíveis deve impactar ainda mais no valor do frete e elevar ainda mais os custos. O conflito entre a Rússia e a Ucrânia provoca maior demanda dos compradores internacionais. Com a possibilidade da aquisição do milho da Ucrânia, eles estão se voltando para a América do Sul.

 

Da Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.