CVM indefere registro de companhia aberta da Havan

Testes, férias coletivas e outras medidas compõem o Plano de Contingência da empresa para prevenção, controle e redução de riscos de contágio

24/08/2021

A varejista Havan teve seu registro de companhia aberta indeferido pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM), como emissor na categoria “A”. Segundo a empresa, o indeferimento ocorreu a pedido, em “decorrência do atual planejamento estratégico da companhia”.

“Assim, a companhia, por ora, adia a intenção de realizar sua oferta pública inicial de ações, que será retomada em momento oportuno e devidamente informada ao mercado”, diz a Havan em nota.

Esta é a segunda venda que a Havan tenta se tornar uma companhia aberta na categoria A. Na primeira, em agosto do ano passado, havia protocolado também o prospecto preliminar para realizar um IPO, mas desta vez nem chegou a esse passo, que é posterior ao pedido de registro.

O dono da Havan, Luciano Hang, enfatiza que a rede segue com o seu projeto de expansão. “Isso não afeta o nosso propósito de seguir plantando lojas pelo Brasil e gerando oportunidade para os brasileiros. Seguimos firmes e fortes, assim como viemos fazendo nestes 35 anos”, disse em nota.

A Havan tem o registro de emissor na categoria B, que permite negociar outros tipos de valores mobiliários que não sejam ações. A companhia já emitiu várias séries de debêntures.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *