CPI da Covid ouve executivo de fabricante de ivermectina, oferecida em “kit covid”

Testes, férias coletivas e outras medidas compõem o Plano de Contingência da empresa para prevenção, controle e redução de riscos de contágio

11/08/2021

A CPI da Covid ouve nesta quarta-feira Jailton Batista, diretor-superintendente da farmacêutica Vitamedic. A empresa é uma das principais fabricantes de ivermectina, medicamento promovido pelo Ministério da Saúde para combate à covid-19 mesmo sem ter eficácia comprovada.

O executivo deve ser questionado sobre a oferta do chamado “kit covid”, grupo de medicamentos utilizados pelo governo para oferta de um suposto tratamento precoce contra o vírus.

A Vitamedic foi alvo de um requerimento de informações aprovado em junho pela CPI. Um levantamento da comissão indica que as vendas da ivermectina passaram de 24 milhões de comprimidos em 2019 para quase 300 milhões em 2020. O preço do medicamento também subiu mais de 200% no intervalo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *