Chuvas na primeira metade de outubro animam citricultores paulistas

Nessa época ela é necessária para desenvolver a florada e os frutos

15/10/2021

Chuvas na primeira metade de outubro animam citricultores paulistas Chuvas da primeira quinzena de outubro anima os citricultores paulistas Foto: Divulgação Cocamar

Os citricultores paulistas estão animados com as chuvas e acreditam que elas vão a promover o desenvolvimento das floradas, segundo produtores consultados pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea).

No entanto, o próprio Cepea afirma que ainda é cedo para avaliar os resultados da safra 2022/2023. O Centro afirma que o desenvolvimento dos “chumbinhos” ainda depende de chuvas no restante do mês de outubro.

As vendas externas do suco de laranja brasileiro estão em recuperação na avaliação parcial da 2021/2022. Dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), diz o Cepea, mostram que “o Brasil exportou a todos os destinos 278,9 mil toneladas de suco em equivalente concentrado, alta de 19% em comparação com o mesmo período da safra anterior”.

As receitas cresceram bastante, chegando a 32%, o que reflete um aumento no preço internacional da commodities, chegando a US$ 440,8 milhões. “Do total exportado na parcial da safra, 20% tiveram como destino os Estados Unidos”, conclui o Cepea.

Da Redação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *