Bolsas da Ásia fecham em leve queda, sem um catalisador claro para o mau humor no continente

Testes, férias coletivas e outras medidas compõem o Plano de Contingência da empresa para prevenção, controle e redução de riscos de contágio

12/08/2021

As bolsas asiáticas fecharam na sua maioria em leve queda, mas sem um catalisador único para o mau humor nas bolsas do continente.

O Nikkei, índice de referência da bolsa de Tóquio, fechou em queda de 0,20%, a 28.015,02 pontos, com perdas significativas nos setores ferroviário e de eletrônicos compensando os ganhos do setor financeiro.

As ações da operadora privada de ferrovias Keio Corp. caíram 1,1%, enquanto as da Central Japan Railway recuaram 1,0% e as da West Japan Railway cederam 2,1%. Entre as companhias de eletrônicos, as ações da Fuji Electric caíram 1,6%, as da Nidec recuaram 1,0% e as da Toshiba tomaram um tombo e encerraram a sessão em queda de 4,1% depois da divulgação do seu balanço trimestral.

O Kospi, referência da bolsa de Seul, fechou em queda de 0,38%, a 3,208,38 pontos, depois que o Ministério da Saúde reportou um novo recorde diário de casos de covid-19, de 2.200 infecções.

Em Hong Kong, o Hang Seng recuou 0,53%, a 26.517,82 pontos, também pressionado pelos temores em torno da disseminação da variante delta da covid-19. Na China continental, o Xangai Composto fechou em queda de 0,22%, a 3.524,73 pontos, enquanto o Shenzhen Composto avançou 0,13%, a 2.487,00 pontos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *