Queiroga responde a protesto de brasileiros em NY com gesto obsceno

Testes, férias coletivas e outras medidas compõem o Plano de Contingência da empresa para prevenção, controle e redução de riscos de contágio

21/09/2021

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, respondeu com um gesto obsceno a um protesto de brasileiros em Nova York na noite de segunda-feira. Em um vídeo postado nas redes sociais, Queiroga aparece em um micro-ônibus que transportava a comitiva do presidente Jair Bolsonaro, que irá discursar nesta terça-feira na abertura da Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU).

De acordo com o portal G1, os manifestantes estavam na calçada, em frente ao imóvel da missão brasileira na ONU. Eles chamavam o presidente Bolsonaro de genocida e assassino e diziam “Fora, Bolsonaro”. Havia um caminhão com um telão em que a imagem do presidente era exibida com palavras que o vinculam às queimadas na Amazônia.

No vídeo, o ministro Queiroga levanta-se do banco do veículo, aproxima-se da janela e mostra os dedos médios das duas mãos para o grupo. Os manifestantes também fizeram o gesto obsceno para o ministro e os demais passageiros do micro-ônibus.

A comitiva de Bolsonaro já havia observado uma manifestação de brasileiros na segunda-feira, durante um jantar na casa da embaixador brasileiro na ONU. Bolsonaro acenou, enquanto o ministro do Turismo, Gilson Machado, sorriu e apontou o celular para o grupo. Queiroga também acenou.

Bolsonaro e sua comitiva embarcaram para Nova York no domingo para a 76ª Assembleia-Geral da ONU. O presidente diz que não tomou a vacina contra a covid-19, por isso está impedido de entrar em restaurante e outros estabelecimentos da cidade. Bolsonaro é o único dos líderes presentes no encontro que diz que não se imunizou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *