PIX: Saque e troco vão estar disponíveis até o fim do ano, diz presidente do BC

Testes, férias coletivas e outras medidas compõem o Plano de Contingência da empresa para prevenção, controle e redução de riscos de contágio

12/08/2021

As duas novas modalidades do PIX, o saque e o troco, vão estar disponíveis até o fim do ano, afirmou o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, que participou do congresso da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel). “Está tudo praticamente pronto e devem entrar até o fim do ano.”

A modalidade de saque do sistema de pagamentos instantâneo do BC permite que as pessoas possam retirar dinheiro físico em caixas de estabelecimentos de comércio e serviços. Já o troco, conforme o nome indica, possibilita que o cliente receba cédulas como troco na compra de um produto ou pagamento de serviço. “O PIX foi um grande projeto de inovação recente, em que as pessoas têm percepção de melhora imediata”, ponderou Campos Neto. “Não foi uma substituição de meios de pagamento, mas houve na verdade um crescimento do número de transações, que faz o o dinheiro circular mais na economia.”

Além disso, acrescentou o presidente do BC, existe a inclusão de novos negócios, que conseguem viabilizar a venda de produtos com tíquete baixo e que antes não era possível.

O BC contabiliza atualmente 282,2 milhões de chaves do PIX registradas de pessoas físicas e 96,3 milhões de usuários. No caso de pessoas jurídicas, são 6,4 milhões de entidades usando o PIX.

De acordo com o dirigente, “estamos no processo de ver como isso vai trafegar e quais serão os preços”. Campos Neto explicou que “muito provavelmente vamos chegar num modelo em que o lojista recebe algo pelo serviço, porque entendemos que será um incentivo”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *