Em encontro, Lira e Fux concordam não haver clima para encontro entre Poderes

Testes, férias coletivas e outras medidas compõem o Plano de Contingência da empresa para prevenção, controle e redução de riscos de contágio

25/08/2021

Os presidentes do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, e da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), concordaram na terça-feira, durante reunião no gabinete do magistrado, que não há clima para um encontro imediato dos chefes dos três Poderes.

Segundo fontes, ambos também concordaram que apenas o presidente Jair Bolsonaro pode viabilizar uma melhora do ambiente político, com mudança de comportamento, sem ataques às instituições e à democracia.

Oficialmente, eles se reuniram para falar sobre uma solução para o pagamento de precatórios. Segundo nota divulgada pelo próprio tribunal após o encontro, Fux sugeriu que se aguarde o andamento da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Precatórios no Congresso Nacional antes de o STF participar de uma eventual mediação ou conciliação.

Bolsonaro tem contribuído para a escalada da crise institucional. O último episódio que aumentou o tensionamento foi a apresentação de um pedido de impeachment contra o ministro Alexandre de Moraes, do STF, na semana passada.

Antes mesmo de se reunir com Lira, Fux indicou na semana passada que, para a interlocução ser normalizada, é preciso que o Bolsonaro faça um aceno de que está disposto ao debate civilizado, o que ainda não ocorreu.

Ainda assim, Fux tem mantido conversas com o Poder Executivo por meio de interlocutores do presidente, entre eles, o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *