Dólar varia pouco em meio a expectativa por dados da semana

Testes, férias coletivas e outras medidas compõem o Plano de Contingência da empresa para prevenção, controle e redução de riscos de contágio

30/08/2021

Após passar a manhã oscilando perto da risca d’água, o dólar comercial tenta se firmar em baixa leve na tarde desta segunda-feira. O movimento teria sido ajudado pela divulgação de indicadores nos Estados Unidos e no Brasil. Por volta das 16h10, a moeda americana caía 0,13%, a R$ 5,1873.

No mesmo horário, o dólar cedia 0,18% ante o peso mexicano e 0,25% contra o rublo russo. De maneira geral, as moedas exibem variações pequenas contra o dólar na sessão, à medida em que investidores vão virando a página do simpósio de Jackson Hole e passam a focar em indicadores como o relatório sobre o mercado de trabalho americano, na sexta-feira.

“O dólar abriu em alta no Brasil em um movimento de correção após a semana passada, que foi bem positiva. Mas depois perdeu força com um indicador abaixo do esperado do Fed de Dallas e também os números da arrecadação federal”, diz Luciano Rostagno, estrategista-chefe do Mizuho.

Por outro lado, apesar de se manterem em segundo plano, as preocupações políticas seguem no radar, diz Rostagno. “O mercado está esperando as manifestações de 7 de setembro e qual será a postura do presidente Jair Bolsonaro para avaliar melhor como tende a ser o ambiente político. Até lá, acredito que vai ficar um pouco no compasso de espera por essa questão.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *