Inflação da construção civil recua para 1,89% em julho, diz IBGE

Testes, férias coletivas e outras medidas compõem o Plano de Contingência da empresa para prevenção, controle e redução de riscos de contágio

10/08/2021

A inflação medida pelo Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil (Sinapi) subiu 1,89% em julho, após registrar avanço recorde de 2,46% em junho, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Com o resultado, o indicador acumula alta de 22,60% em 12 meses, acima dos 12 meses imediatamente anteriores (20,92%). Em julho de 2020, a taxa foi 0,49%. Já o acumulado em 2021, de janeiro a julho, foi de 13,49%.

O custo nacional da construção por metro quadrado foi de R$ 1.448,78 em julho, sendo R$ 853,03 relativos aos materiais e R$ 595,75 à mão de obra. Em junho de 2021, esse custo totalizava R$ 1.421,87, sendo R$ 829,19 relativos aos materiais e R$ 592,68 à mão de obra.

A parcela dos materiais subiu 2,88%, alta de 0,52 ponto percentual em relação ao mês anterior (2,36%). Em relação a julho de 2020 (0,48%), houve aumento de 2,40 pontos percentuais.

Já a parcela da mão de obra com taxa de 0,52%, e menos acordos coletivos firmados, apresentou queda de 2,08 pontos percentuais frente ao índice de junho (2,60%). Em relação a julho de 2020, houve aumento de 0,02 ponto percentual (0,50%).

Categorias:

Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *