Exportação de carne suína cai 9% em novembro

A expectativa é que esse volume aumente com as importações que a Rússia sinaliza realizar

09/12/2021

Exportação de carne suína cai 9% em novembro Exportação de carne suína cai em novembro, mas cresce nos 11 meses de 2021 (Foto: Pixabay)

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) informou nesta quinta-feira (8) que a exportação de carne suína perdeu força e cai 9,4% em novembro, em relação a novembro de 2020. Embarcamos 79,3 mil toneladas. Não foi apenas o volume que caiu. A receita também. Ficou em US$ 170,6 milhões de dólares. Caiu 15,9%, também segundo a ABPA, informa o site especializado CarneTec.

No entanto, no acumulado dos 11 meses de 2021, o volume exportado é maior do que o mesmo período do ano passado. Foram exportados 1,05 milhão de toneladas, enquanto em 2020 no mesmo período embarcamos 1,02 milhão de toneladas, 11,29% mais. Nesses 11 meses a receita com as vendas ao exterior foi de US$ 2,5 bilhões, com uma valorização de 17,8%.

Para o presidente da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Ricardo Santin, “as médias mensais deste ano são cerca de 10 mil toneladas superiores ao que realizamos em 2020, até aqui, o melhor ano no histórico das exportações de carne suína”, registra. “São números que dão um indicativo do expressivo desempenho da presença internacional brasileira neste ano de adversidades”.

Mesmo com todos os problemas com exportação de proteína animal para a China em 2021, ela foi a maior compradora da nossa carne suína. Foram 503,8 mil toneladas. Aumento de 7,5%. Com volumes expressivos, mesmo distante do volume comprado pela china, nossos principais compradores na sequência foram o Chile, Vietnã, Uruguai e Argentina, que importou 32,4 mil toneladas, mais 89,9% do que no mesmo período de 2020.

Para 2022 existe a possibilidade de as exportações de carne suína crescerem ainda mais com as importações que a Rússia sinaliza que vai realizar.

Da Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *