Bolsonaro edita decreto para redução do consumo de energia no setor público

Testes, férias coletivas e outras medidas compõem o Plano de Contingência da empresa para prevenção, controle e redução de riscos de contágio

25/08/2021

Diante da crise hídrica e das consequências para a geração de energia, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) editou decreto nesta quarta-feira (25) que determina a redução do consumo de energia elétrica, entre 10% e 20% na administração pública federal, autarquias e fundações. A medida irá vigorar entre setembro de 2021 e abril de 2022. A regra não vale para as estatais.

Segundo a Secretaria-Geral da Presidência, o decreto estabelece várias recomendações visando redução do consumo de energia elétrica, como limitação de uso de ar-condicionado, otimização de uso de computadores e redução de iluminação.

Prevê também medidas nas licitações para se obter equipamentos de maior eficiência energética. O texto estabeleceu ainda a criação de Comissão Interna de Conservação de Energia em cada órgão ou entidade.

Categorias:

Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *