Talibã celebra vitória após fim da ocupação dos EUA no Afeganistão

Testes, férias coletivas e outras medidas compõem o Plano de Contingência da empresa para prevenção, controle e redução de riscos de contágio

31/08/2021

O Talibã celebrou a saída das tropas dos Estados Unidos do Afeganistão em uma cerimônia realizada no aeroporto de Cabul nesta terça-feira. Na pista principal, líderes do grupo prometeram proteger o país e reiteraram que darão anistia a ex-rivais do grupo.

“O Afeganistão está finalmente livre”, disse Hekmatula Wasiq, um dos líderes do Talibã, à agência Associated Press. “Os lados militar e civil [do aeroporto] estão sob nosso controle. Estamos ansiosos para anunciar nosso governo. Tudo está em paz. Tudo está seguro.”

Em uma demonstração de força, representantes do grupo extremista percorreram a pista do aeroporto escoltados por membros da unidade de elite do Talibã. Eles posaram orgulhosos para a imprensa, vestidos com uniformes camuflados, segundo a AP.

Colocar o aeroporto em funcionamento é um dos desafios consideráveis que o Talibã enfrenta ao governar o país, de 38 milhões de habitantes, que sobreviveu por duas décadas com bilhões de dólares de ajuda estrangeira.

Wasig pediu que os afegãos voltem a trabalhar e reiterou a promessa do Talibã de oferecer uma anistia geral. “O povo deve ser paciente. Aos poucos, tudo vai voltar ao normal. Isso vai demorar”, disse ele.

No aeroporto, ainda havia sinais do caos dos últimos dias na manhã desta terça-feira. No terminal, malas e roupas podiam ser vistas entre pilhas de documentos. Havia arame farpado separando algumas das áreas, e veículos estacionados bloqueavam as rotas para o terminal civil, uma das medidas para proteger a região de possíveis ataques com carros-bomba.

O porta-voz do Talibã, Zabihullah Muhajid, disse que equipes técnicas irão verificar a situação do aeroporto. “Se pudermos consertar tudo por conta própria, não precisaremos de ajuda. Se for necessária ajuda técnica ou logística para reparar a destruição, então pediremos ajuda ao Catar e à Turquia”, explicou.

Os últimos aviões americanos deixaram o aeroporto de Cabul pouco depois das 0h desta terça-feira (horário local). Tiros foram disparados para o ar foram ouvidos em toda a cidade em comemoração pelo fim da missão militar dos EUA.

O Pentágono informou na segunda-feira que mais de 120 mil pessoas foram evacuadas do Afeganistão por aviões americanos e de outros países aliados. Mas os EUA e outros governos admitem que não conseguiram retirar todos os que queiram deixar o país.

Após a saída dos estrangeiros, o Afeganistão pode enfrentar uma sucessão de grandes crises. A maior parte dos bilhões de dólares do país está congelada nos EUA, fazendo a cotação da moeda local despencar. Os bancos impuseram controles sobre os saques por medo de uma corrida em meio ao clima de incerteza.

Além disso, funcionários de todo o país dizem que não recebem seus salários há meses. Faltam equipamentos médicos em meio à pandemia de covid-19 e milhares de pessoas que fugiram do avanço do Talibã vivem em condições insalubres.

Categorias:

Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *