Produção de veículos cai 21,3% em setembro ante 2020, diz Anfavea

Testes, férias coletivas e outras medidas compõem o Plano de Contingência da empresa para prevenção, controle e redução de riscos de contágio

06/10/2021

A falta de semicondutores ainda continua afetando as montadoras brasileiras. A produção de veículos em setembro caiu 21,3%, para 173,3 mil veículos, em relação ao mesmo mês do ano passado. Já no acumulado do ano, foram montadas 1,64 milhão de unidades, alta de 24% no comparativo com o mesmo período de 2020.

Os dados foram divulgados pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).

Leia mais:

  • Marcopolo investe R$ 1,5 milhão em startup CTA Smart
  • Importadores abrem o caminho para carro elétrico
  • A revolução dos carros elétricos finalmente chegou
  • Fenabrave reduz projeção de crescimento de vendas de veículos em 2021


Já os licenciamentos chegaram a 155,1 mil unidades, o que representou queda de 25,3 % no mês passado em relação a setembro de 2020. Em nove meses, as vendas de veículos acumulam alta de 14,8% alcançando 1,57 milhão de veículos.

Pelos dados da Anfavea, as exportações somaram 276,98 mil veículos até setembro, uma alta de 33,8%, no comparativo com o mesmo período de 2020. No mês passado, as vendas externas caíram 22,5%, para 23,6 mil unidades.

Esse volume de exportações gerou uma receita de US$ 5,52 bilhões até setembro, alta de 49% ante o mesmo período de 2020. O faturamento mensal, de acordo com os dados, chegou a US$ 634,59 milhões em setembro, alta de 15,3%.

Setembro terminou com uma folha de pagamento de 102,96 mil funcionários nas montadoras, uma pequena queda de 0,3 % em 12 meses.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *