Mercado financeiro acredita que economia em 2022 cresça apenas 0,01%

A projeção para 2023 cega a 1,75%

17/01/2022

Mercado financeiro acredita que economia em 2022 cresça apenas 0,01% Mercado financeiro prevê que economia brasileira fica estaciona em 2022 (Foto: Agência Brasil)

Boletim Focus, do Banco Central, divulgado nesta segunda-feira (17) indica que a inflação para 2022 e para 2023 será maior do que o centro da meta estipulada pelo governo federal, informa o IBGE.

O mercado financeiro espera para 2022 inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de 5,09%. Na semana passada a expectativa foi de 5,03%. O índice é superior ao centro da meta estipulada pelo governo federal: 3,5%.

Para 2023 a situação, segundo o mercado financeiro, também haverá estouro da meta. Os agentes consultados dizem que a projeção está na casa dos 3,40%, ante aos 3,36%. A margem de tolerância do Banco Central é e 1,5% tanto para mais como para menos.

O Banco Central também divulgou a expectativa para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB). Para 2023, a projeção é que ele praticamente não cresça, com variação positiva de apenas 0,01%, podendo chegar a 2,9%.

Para 2023 as projeções melhoram um pouco. O PIB esperado é de 1,75%, contra 1,70% na semana passada. A pesquisa é feita junto a mais de 100 economistas do sistema financeiro nacional. Espera-se juros para 2022 de 11,75%. Pode chegar a 8,0%. Hoje a taca básica do BC para a Selic é de 9,25%.

Da Redação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.