Exportação de material genético avícola sobe 4,9% em volume e 33,8% em receita

30/05/2022

São Paulo, 30 – As exportações brasileiras de material genético avícola (incluindo ovos férteis e pintos de 1 dia) em abril totalizaram 1,186 mil toneladas, 4,9% a mais do que no mesmo mês de 2021. Já a receita subiu 33,8% na mesma comparação, para US$ 13,4 milhões. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira, 30, pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).

O presidente da entidade, Ricardo Santin, afirma em nota: “O quadro produtivo global segue demandado por material genético avícola, frente aos impactos da crise sanitária de influenza aviária em diversos grandes produtores. O Brasil, que nunca registrou a enfermidade em seu território, se mantém como um importante fornecedor destes insumos de alto valor agregado para os mercados importadores.”

No acumulado de janeiro a abril, o volume de exportação subiu 13,2% frente ao mesmo período de 2021, para 5,177 mil toneladas; enquanto a receita avançou 19,3%, a US$ 54,6 milhões.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.