Exportações do setor mineral atingem US$ 40,91 bilhões de janeiro a agosto, alta de 93,6%

Testes, férias coletivas e outras medidas compõem o Plano de Contingência da empresa para prevenção, controle e redução de riscos de contágio

06/10/2021

As exportações do setor mineral totalizaram US$ 40,91 bilhões no acumulado de janeiro a agosto, o que representou um aumento de 93,6% em relação ao valor apurado no mesmo período do ano passado. Os dados são do Instituto Brasileiro de Mineração (Ibram).

Em volume, as exportações nos oito primeiros meses do ano somaram 243,2 milhões de toneladas, um aumento de 9,7% no período.

  • Leia mais: Minério de ferro: Goldman e Citi cortam estimativa de preço em até 48% para 4° trimestre

O minério de ferro é o principal produto exportado pelo setor, com embarque de 233,4 milhões de toneladas até agosto. Um crescimento de 10,8%. Em valor, as exportações de minério de ferro atingiram US$ 32,4 bilhões, com aumento de 10,8% em relação ao mesmo período de 2020.

  • Leia mais: IGP-DI aponta deflação de 0,55% em setembro, diz FGV

As exportações de ouro até agosto aumentaram 14,3% em valor, para US$ 3,4 bilhões. Também houve elevação em valor das exportações de cobre (44%), nióbio (28%), pedras e revestimentos (39%).

As importações minerais até agosto aumentaram 29,2%, para US$ 4,80 bilhões. Os itens mais importados são potássio, carvão, cobre e enxofre.

O saldo da balança comercial mineral foi de US$ 36,11 bilhões, em alta de 107,3%. Com esse desempenho, o setor mineral respondeu por 69% do saldo da balança comercial brasileira até agosto. No mesmo período do ano passado, a participação era de 49%.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *