USP desenvolve máquina que utiliza etanol para extrair óleos

Atualmente as fábricas de óleo de cozinha utilizam o hexano, derivado do petróleo

06/12/2021

USP desenvolve máquina que utiliza etanol para extrair óleos Pesquisa da USP desenvolve solvente natural para produção de óleo comestível (Foto: Agência Brasil)

A Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos da USP (Universidade de São Paulo), em Pirassununga, desenvolveu um equipamento que usa etanol como matéria prima (solvente) para a produção de óleos comestíveis. Atualmente as empresas produtoras utilizam o hexano, um derivado de Petróleo, que não faz mal à saúde e é autorizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

A busca pelo produtor é para contribuir com a preservação do meio ambiente e evitar qualquer risco de contaminação do óleo de cozinha. Para isso, desenvolveu um equipamento que deixa de lado o solvente à base de petróleo e o substitui pelo etanol, ou seja, a cana-de-açúcar, que é produto natural e renovável.

A professora Alessandra Lopes, dá detalhes desse processo. A informação é da Rádio Nacional de Brasília.

O método que utiliza o hexano para obter o óleo de alimentos como soja, milho e girassol é seguro para a saúde, segundo o gastroenrologista, Marcos Pontes.

O equipamento desenvolvido pela USP ainda está em fase de testes. Os pesquisadores já conseguiram extrair óleos de soja, girassol, caroço de pequi e castanha-do-brasil. Os próximos passos do laboratório envolvem a realização da avaliação econômica do equipamento e o estudo contínuo do aumento da escala de produção.

Da Redação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.