TC compra startup Abalustre, de integração de tecnologias para investimentos

Testes, férias coletivas e outras medidas compõem o Plano de Contingência da empresa para prevenção, controle e redução de riscos de contágio

10/09/2021

O TC (Traders Club), plataforma de educação financeira, análise de dados e inteligência do mercado de capitais, anunciou a compra da Abalustre, startup que viabiliza a adoção e integração de tecnologias para investimentos. Conforme o comunicado, essa é a primeira aquisição do TC advinda dos recursos obtidos com a abertura de capital na B3, em julho. Do montante arrecadado com oferta na bolsa, 60% serão destinados para aquisições.

  • Leia mais: PIPELINE: Traders Club levanta mais de R$ 600 milhões em IPO

O comunicado destaca que o TC adquiriu a totalidade das quotas representativas do capital social da Abalustre. O valor total da compra será ajustado de acordo com as variações da cotação das ações do TC, até o quarto aniversário da transação, dentre outras condições usuais de mercado. “Considerando a atual cotação da companhia na B3, a transação alcançaria o valor aproximado de R$ 6,7 milhões”, diz o texto.

Conforme a nota da TC, “o objetivo da adquirente, que já possui serviços, produtos e uma comunidade voltados ao investidor pessoa física (PF), é expandir e diversificar o negócio, oferecendo uma nova gama de serviços e soluções também para o investidor institucional”.

“A aquisição da Abalustre marca a estreia do TC no segmento B2B, com um conceito API-first. Seu fundador, Marcelo Bissuh, é referência na comunidade de tecnologia, empreendedor nato que hoje conta com um time fantástico comprometido com a missão de trazer o que há de mais moderno em termos de tecnologia para o investidor institucional, bancos, fintechs, instituições de ensino e assessores de investimentos”, afirma, na nota, Pedro Albuquerque, CEO do TC.

Com a aquisição, a Abalustre se tornará sociedade limitada unipessoal controlada pelo TC, passando a fazer parte do ecossistema de companhias ligadas à plataforma, como a central de notícias Mover, o braço de análise e consultoria de valores mobiliários TC Matrix e a empresa de software contábil Sencon, acrescenta o comunicado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *