Talibã enfrenta primeiros protestos no Afeganistão e recorre à violência

Testes, férias coletivas e outras medidas compõem o Plano de Contingência da empresa para prevenção, controle e redução de riscos de contágio

18/08/2021

O Talibã reprimiu com violência um protesto na cidade de Jalalabad, no leste do Afeganistão, nesta quarta-feira. Integrantes do grupo extremista islâmico abriram fogo contra uma multidão e também agrediram manifestantes.

Segundo a emissora Al Jazeera, ao menos três pessoas morreram e outras 12 teriam ficado feridas na manifestação. O protesto começou após o Talibã ter tirado a bandeira do Afeganistão de um monumento na região central da cidade para colocar sua própria.

O Talibã assumiu o controle da cidade na semana passada, sem muita resistência, após negociar um acordo com lideranças locais. Jalalabad é um importante centro comercial no leste do país e fica perto da fronteira com o Paquistão.

Após a retirada da bandeira, centenas de manifestantes foram à principal rua da cidade para protestar contra o Talibã. Os insurgentes primeiro dispararam para o ar. Como a multidão não se dispersou, eles então recorreram à violência, segundo o jornal americano “The New York Times”.

Houve protestos também em Khost, no sudeste do país. Fotos e vídeos divulgados nas redes sociais mostram afegãos percorrendo as ruas da cidade em manifestações contra o Talibã, que tenta passar uma imagem de moderação e negocia a formação de um novo governo.

A imprensa americana também relata que houve conflitos do lado de fora do aeroporto de Cabul, controlado pelas tropas dos Estados Unidos e único ponto de fuga do país.

Apesar das garantias dadas pelo Talibã de que afegãos que ajudaram o governo deposto de Ashraf Ghani teriam permissão para deixar o país, algumas dessas pessoas estão sendo paradas em postos de controle instalados pelos insurgentes na capital e em torno do aeroporto internacional.

Categorias:

Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.