Suspeita da doença da Vaca Louca derruba preço e pode afetar exportações

O caso suspeito foi identificado num frigorífico mineiro, paralisou os negócios e preocupa o segmento

02/09/2021

Suspeita da doença da Vaca Louca derruba preço e pode afetar exportações Ministério da Agricultura afirma que a nota que emitiu uma nota apenas para regular o armazenamento da carne que seria exportada para a china e que está estocada (Foto: Agência Brasil)

Suspeita de um caso da doença da Vaca Louca em Belo Horizonte nesta quarta (1) paralisou a comercialização internacional do boi gordo na Bolsa de Valores de São Paulo e fez despencar o preço da arroba nos mercados internacionais. A arroba caiu para R$ 297,65, menos 4%.

A última vez que o preço caiu com tanta força foi em dezembro de 2020 quando foi comercializada a R$ 303,55, caindo à época 3,13%. As especulações é de que o Frigorífico Plena Alimentos teria detectado um caso no gado que abate.

A preocupação do setor é com o tempo que o Ministério da Agricultura e Abastecimento (MAPA) leva para divulgar o resultado do exame para confirmar ou descartar o caso. Enquanto isso, a expectativa é que o preço da arroba continue caindo.

O frigorífico mineiro é habilitado para exportação. O temor é que a contraprova dê positiva e paralise as exportações da carne bovina brasileira. Nesta quarta-feira tanto o Ministério quanto o frigorífico fugiram do assunto. O Ministério não disse nada e o frigorífico negou.

O animal apresentou problema em junho. Feitos os testes, o primeiro resultado teria sido positivo. Um segundo teste, apresentou negativo para a doença. Apenas após o resultado do terceiro teste o MAPA vai se pronunciar, segundo informações do UOL desta quinta (2).

Da Redação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *