São Paulo terá quebra de 18,9% na safra de cana-de-açúcar em 2021

Os dados são da Conab, que diminuição da área plantada e no clima adverso

24/11/2021

São Paulo terá quebra de 18,9% na safra de cana-de-açúcar em 2021 Conab diz que clima e diminuição da área plantada vão quebrar a produção paulista de cana em 18,9% (Foto: Divulgação)

Condições climáticas e retração da área em produção resultam na queda de 18,9% no volume total de cana-de-açúcar a ser obtida no estado nesta safra, em comparação ao ciclo passado. As informações são do 3° Boletim da Safra de Cana-de-Açúcar 2021/22, publicado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) nesta terça-feira (23). Ao todo, espera-se uma produção de 287,4 milhões de toneladas.

A safra paulista está em fase final, concluindo as operações de colheita e moagem das lavouras. Observa-se uma redução no rendimento médio da cultura, causada principalmente pela irregularidade climática registrada durante o desenvolvimento das plantas: índices pluviométricos abaixo do esperado, oscilações na distribuição das chuvas e incidências de geadas.

A área plantada ficou em 4,2 milhões de hectares, uma redução de 5,4% em relação ao ciclo anterior, principalmente em razão da substituição de áreas anteriormente plantadas com cana-de-açúcar por cultivos anuais de graníferas, como soja e milho.

Destinação do produto – Há indicativo de maior direcionamento para a fabricação de açúcar, com cerca de 52,3% do volume total para geração do adoçante e 47,7% para produção de etanol. Este cenário é esperado principalmente em razão de contratos de exportação previamente acordados, além da baixa oferta global do açúcar, que eleva a cotação internacional.

Fonte: Conab.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *