Cai exportação da carne paulista, mas taxa de câmbio aumenta faturamento

Os embarques foram 2% menores do que o exportado no mesmo período de 2020

02/09/2021

Cai exportação da carne paulista, mas taxa de câmbio aumenta faturamento Produção brasileira de carne bovina deve cair 3% em 2021, diz banco voltado para o setor do agronegócio (Foto: Agência Brasil)

A receita com a exportação paulista de carne nos primeiros seis meses deste ano cresceu 9,7% em relação ao mesmo período de 2020, diz o site CarneTec, com informações do Instituto de Economia Agrícola (IEA). Alcançou US$ 1,4 bilhão.

Em nota, o IEA informa que a carne bovina responde por 86,5% da exportação de proteína animal paulista. São 13% de toda a exportação de carne do estado nos primeiros sete meses deste ano.

O volume total de carne exportado, no entanto, caiu. O embarque ficou 2% menor em relação ao mesmo período do ano passado. Embarcamos menos 11,1% de carne de frango, menos 13% de carne suína e a bovina perdeu 0,2% no volume exportado.

As receitas também caíram. A entrada com a venda de frango ficou estável e a suína faturou 3,1% a menos. O CarneTec informa que é a maior compradora. Foram 46,9% do total de carnes exportadas por São Paulo, seguida de “Estados Unidos (15,8%), Hong Kong (7%), União Europeia (6,6%), Filipinas (2,8%) e Reino Unido (1,8%)”.

Da Redação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *