São Paulo deve colher 8,6 milhões de toneladas de grãos na safra 2020/2021

O milho e o trigo são as culturas que mais sofreram com as condições climáticas

13/09/2021

São Paulo deve colher 8,6 milhões de toneladas de grãos na safra 2020/2021 Plano Safra 2021/2022 liberou 37% do estoque disponível em empréstimos e contratos para as culturas de 2021/2022 (Foto: Divulgação)

Dados do 12º Levantamento da Safra de Grãos 2020/2021, editado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) mostram que a produção será 6,5% menor do que a do ano passado. Foram plantados 2,4 milhões de hectares e a produtividade média é de 3.604 quilos por hectare. A informação é da assessoria de imprensa da Conab.

Algodão

A colheita do algodão foi encerrada em toda a área plantada, de 2,7 mil hectares, e produção total de 18,7 milhões de toneladas em caroço ou 7,3 milhões de toneladas de plumas, com classificação entre boa e regular. O impacto é o da produtividade. Na safra 2019/2020 foram colhidos 57,7% mais do que a atual. O motivo principal e a drástica redução de área plantada.

Amendoim

O amendoim tem uma produção anual 7,1% maior do que a do ano passado. Deve ser de 61,6 mil toneladas. Principal produtor de amendoim no Brasil, São Paulo colhe sua safra entre fevereiro até final de março.

Milho

O milho não teve a mesma sorte. Mesmo com uma área plantada maior do que a que foi usada no ano passado, a expectativa é de uma safra inferior. As condições climáticas, com secas intensas e geadas devastadoras, a cultura foi muito afetada.

Arroz

Todo o Sudeste planta 10,1 mil hectares de arroz. Apenas São Paulo é responsável por cultivar 8,3 mil hectares do grão. A Conab diz que “quanto à produção, o volume total colhido no estado foi de 39,8 mil toneladas, representando incremento de 19,2% em relação ao resultado obtido em 2019/20”. A Companhia informa que as condições climáticas ruins no começo da safra foram melhorando, favorecendo o desenvolvimento da planta, que apresentou um rendimento médio superior à temporada passada.

Soja

A Região Sudeste também apresentou recordes históricos de área, produtividade e produção de soja nesta temporada. Em São Paulo, a produção chegou a quase 4,3 milhões de toneladas, um aumento de 8,6% em relação ao volume produzido na safra anterior.

Trigo

Já sobre o trigo, a previsão é de diminuição na produtividade média estadual, e, consequentemente, no volume final colhido, ambos comparados aos valores obtidos em 2020. Foram observadas perdas severas em razão da estiagem e das geadas.

O boletim completo, com o panorama da produção de grãos em São Paulo e em todo o Brasil, está disponível no site da Conab.

Da Redação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *