Safra reduzida e preços em baixa, retraem consumo interno e exportação de laranja

Centro de Estudos Avançados de Economia Agrícola acredita que a laranja vai demorar para recuperar

10/12/2021

Safra reduzida e preços em baixa, retraem consumo interno e exportação de laranja Safra ruim prejudica exportação e mercado interno da laranja (Foto: Pixabay)

As exportações brasileiras de suco de laranja sofreram queda no preço entre os meses de julho e novembro desse ano, informa o Cepea. Os produtores esperavam que a safra deste ano seria melhor, com os importadores buscando matéria prima para repor estoque e engarrafar o produto.

Mas não aconteceu. Com uma safra com baixa produção, os embarques devem seguir limitados por mais um ano. O Cepea prevê que a redução da oferta da matéria prima vai resultar em baixos estoques nas engarrafadoras brasileiras no final da safra (julho de 2022). Esse cenário também justifica menores vendas externas.

Outro problema para o setor é que os preços internacionais da commodities não reagiu como era aguardado pelo produtor. O que também explica redução na exportação. Deste modo, na parcial da safra (de julho/21 a novembro/21), as exportações de suco de laranja em equivalente concentrado somam 412,80 mil toneladas, 3% abaixo do volume do mesmo período de 2020, de acordo com a Secex.

No Brasil, o mercado de laranja de mesa está lento nesta semana, e os preços continuam em queda. Colaboradores do Cepea apostam em permanência da situação pelo menos até o final do ano, já que, na segunda quinzena de dezembro, a demanda pela fruta é tipicamente mais baixa.

Da Redação, com Cepea.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *