Ressonância Magnética, uma novidade tecnológica na análise da carne

Por meio de avaliações das propriedades químicas e físicas, a tecnologia auxilia no controle de qualidade deste produto.

29/04/2022

Ressonância Magnética, uma novidade tecnológica na análise da carne A coluna Gestão Robusta da semana fala sobre uma nova tecnologia na produção de carnes. (Foto: Divulgação)

Na coluna Gestão Robusta dessa semana, o jornalista especializado em agronegócio, André Casagrande, fala sobre uma das inovações tecnológicas na análise de carnes, o uso da Ressonância Magnética Nuclear.

André se baseia no farmacólogo e pesquisador da Embrapa Instrumentação, Luiz Alberto Colnago, para tratar com propriedade sobre o assunto. A coluna fala sobre o desenvolvimento, os benefícios e a sustentabilidade dessa nova tecnologia.

O uso da Ressonância Magnética Nuclear não se limita às carnes, mas também é usada na análise de sementes e grãos de oleaginosas, o que permite ao produtor selecionar, tomar decisões corretas e realizar análises de outros alimentos industrializados.

Quer saber mais sobre o assunto? Leia a coluna completa aqui!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.