Relatora do homeschooling acerta ida para o PSD após embate com Roberto Jefferson

Testes, férias coletivas e outras medidas compõem o Plano de Contingência da empresa para prevenção, controle e redução de riscos de contágio

30/08/2021

Antes mesmo de o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) liberar sua desfiliação por justa causa do PTB, a deputada federal Luísa Canziani (PTB-PR) já acertou sua ida para o PSD. O pai de Luísa, o ex-deputado Alex Canziani, e outros quadros do PTB devem acompanhá-la na mudança para o partido comandado pelo ex-prefeito de São Paulo Gilberto Kassab.

Segundo a assessoria da parlamentar, a migração foi acertada nesta segunda-feira, em reunião com o governador do Paraná, Ratinho Júnior (PSD-PR).

Em julho, a relatora do projeto que regulamenta o homeschooling acionou o TSE e solicitou a desfiliação por justa causa da legenda comandada pelo ex-deputado Roberto Jefferson, que está preso por “discursos criminosos de ódio e contrário às instituições democráticas”. Em junho, a sigla instaurou o processo de expulsão da parlamentar paranaense.

Assinada pelo advogado Luiz Fernando Pereira e pela deputada Margarete Coelho (PP-PI), a ação destaca a postura radical de Jefferson à frente do PTB, atribuindo a ele uma guinada ideológica da sigla para a extrema direita. O dirigente partidário é apoiador do presidente Jair Bolsonaro e já demonstrou interesse em filiá-lo para disputar a reeleição em 2022.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *