Rabobank prevê queda de 3% a 5% na produção de carne suína brasileira em 2022

China está com problemas de demanda por causa da pandemia de Covid 19.

27/04/2022

Rabobank prevê queda de 3% a 5% na produção de carne suína brasileira em 2022 Produção de carne suína deve diminuir entre 3% e 5% este ano (Foto: Divulgação)

Após altas durante dois anos consecutivos, o Rabobank prevê queda entre 3% e 5% no volume de produção brasileira de carne suína em 2022, em relação a 2021. As informações foram divulgadas pelo podcast do banco, Foco no Agronegócio, segundo o site CarneTec.

O banco havia estimado que a produção brasileira cresceria entre 1% e 2% neste ano. A alta em 2021, foi expressiva, chegando a 9%. A instituição também prevê queda nas exportações de carne suína brasileira entre 2% e 3%, com a redução das compras pela China.

No primeiro trimestre deste ano, a queda já é expressiva, de 6.3% e a receita caiu ainda mais, 6,1%. A redução das compras chinesas é em função da menor demanda causada pela pandemia de Covid 19 e pelo descarte de matrizes no país asiático.

O analista do Rabobank, Wagner Yanaguizawa, informa que “a nossa perspectiva é que, neste segundo trimestre do ano, a demanda chinesa continue realmente baixa, continue pressionada por esse cenário interno bastante desafiador em termos de produção.”.

O CarneTec afirma que o vamos ter um “segundo trimestre um pouco mais desafiador. A gente acredita que o cenário de consumo, de demanda da população chinesa, deva retornar a partir do segundo semestre.”.

Afirma, também, que “apesar da queda nas compras chinesas, o país deverá continuar sendo o principal importador de carne suína do Brasil”.

Da Redação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.