Quebra na safra vai manter bons preços para o algodão em pluma em 2022

Expectativa é que a produção deste ano seja melhor; a maior preocupação é com os custos de produção

05/01/2022

Quebra na safra vai manter bons preços para o algodão em pluma em 2022 Quebra de safra e preços internacional devem manter algodão em pluma valorizado em 2022 (Foto: Agência Brasil)

Quebra na produção, consumo aquecido e menores estoques mundial e nacional darão suporte aos atuais preços do algodão em pluma em 2022, prevê pesquisadores do Centro de Estudos Avanços em Economia Aplicada (Cepea).

No mercado interno a situação não deve ser diferente. Afinal, com os preços internacionais nos atuais patamares, a elevada desvalorização do Real e boa parte da safra perdida, os valores do produto, os preços devem continuar valorizados, principalmente na entressafra.

Existe expectativa de que a safra 2021/2022 seja bem melhor. Com os atuais volumes de chuva na hora certa, e a semeadura feita na janela correta, vão favorecer as áreas de soja no Mato Grosso, onde se produz a maior quantidade de algodão em pluma do Brasil.

Por outro lado, os produtores enfrentam elevado custo de produção, principalmente dos fertilizantes, um dos principais insumos utilizados da cotonicultura. “Segundo a Conab”, diz o Cepea, “a produção nacional deve somar 2,61 milhões toneladas na temporada 2021/2022, alta de 10,7% frente à anterior e a terceira maior da história”.

Da Redação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.