Provedor de internet Brisanet tem lucro de R$ 14,5 milhões no 2º tri, alta de 22%

Testes, férias coletivas e outras medidas compõem o Plano de Contingência da empresa para prevenção, controle e redução de riscos de contágio

16/08/2021

A Brisanet, provedora regional de internet com atuação no Nordeste que estreou na B3 em julho, registrou lucro líquido de R$ 14,5 milhões no segundo trimestre, uma alta de 22% na comparação anual.

Os destaques foram o crescimento de 55% em casas “passadas” (a capacidade que a empresa pode alcançar), a 3,08 milhões, e de 57% em casas conectadas, a 736,5 mil, como principais fatores para o resultado.

  • Leia mais: IPOs injetam R$ 2,8 bi em provedores regionais

O Ebitda (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado — excluindo os custos indiretos e mão de obra de instalação de clientes — entre abril e junho ficou em R$ 58,2 milhões, alta de 1% na comparação com o mesmo período de 2020. A margem foi de 34,2% no período.

Já a receita líquida subiu 66,3% na comparação anual, a R$ 170,2 milhões, sustentado pelo forte crescimento entre um ano e outro em casas passadas, número de assinantes e tíquete médio.

Segundo a Brisanet, o descompasso entre as receitas e o Ebitda ajustado se deu pelo impacto dos maiores gastos relacionados à estruturação para expansão acelerada, para abertura de capital e entrada em grandes mercados.

A empresa finalizou o trimestre com resultado financeiro de R$ 9,6 milhões, em comparação a despesa de R$ 16,3 milhões um ano antes. A dívida líquida da Brisanet ao fim de junho era de R$ 773,6 milhões.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *