Proposta de revisão do Casa Verde e Amarela deve ser entregue na terça, diz CBIC

Testes, férias coletivas e outras medidas compõem o Plano de Contingência da empresa para prevenção, controle e redução de riscos de contágio

23/08/2021

Um proposta de revisão do teto de preços das faixas do Casa Verde e Amarela deve ser entregue na terça-feira pelo governo ao Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), segundo o presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), José Carlos Martins. A proposta foi discutida pela Secretaria Nacional de Habitação do Ministério do Desenvolvimento Regional e também pelas pastas da Economia e da Casa Civil, informou.

  • Lançamentos de imóveis crescem 115% no 2º trimestre

A última revisão dos limites de preços do programa habitacional, antes chamado de Minha Casa, Minha Vida, foi feita em outubro de 2016. “Faz praticamente cinco anos que estamos trabalhando com os mesmo limites. Sonho que isso [revisão dos valores] seja implementado a partir do mês que vem”, disse o vice-presidente da CBIC, Celso Petrucci.

Os representantes da entidade não informaram qual deverá ser a alta de preços após a revisão. “Se o nosso custo aumentou mais de 20%, isso seria o normal [de elevação do preço]. Mas não sabemos o número a que o governo chegou”, disse Martins. Também há expectativa da revisão da curva de subsídios.

A principal preocupação em relação aos impactos do aumento dos custos nos preços de imóveis se refere ao segmento de baixa renda, segundo o presidente da CBIC. “A capacidade de compra do consumidor das classes média e alta é mais flexível”, afirmou. A CBIC avalia que os preços de imóveis para as classes média e alta terão movimento de alta como reflexo das pressões de custos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *