PIB e emprego no Brasil passam por ‘recuperação forte’ em 2021, diz presidente do BC

Testes, férias coletivas e outras medidas compõem o Plano de Contingência da empresa para prevenção, controle e redução de riscos de contágio

10/09/2021

O presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, reforçou nesta sexta-feira (10) que o Produto Interno Bruto (PIB) e o emprego no Brasil passam por uma “recuperação forte” em 2021. Campos proferiu palestra em evento promovido pela 1618 Investimentos. O evento foi fechado à imprensa, mas a assessoria do BC divulgou a apresentação do presidente.

Na apresentação, Campos apenas reforçou uma série de pontos que já tem destacado nas últimas semanas.

Ele lembrou, por exemplo, que o número de óbitos relacionados à covid-19 tem caído em todo o mundo “com o progresso da vacinação”. “Entretanto, a variante delta acrescenta incerteza”, disse.

De maneira geral, a “recuperação da economia global continua diretamente ligada à evolução da pandemia e ao ritmo de vacinação”.

Campos também reiterou que “indicadores sugerem alguns gargalos na economia global”.

Ainda em relação à economia global, “diversos emergentes” vêm “enfrentando pressões inflacionárias” e “aumentando suas taxas de juros”, mas a “maioria dos emergentes permanece com expectativas de inflação ancoradas”.

Além disso, a demanda global “por materiais utilizados por tecnologias limpas tem aumentado”. “A luta contra as mudanças climáticas tem afetado a inflação”, afirmou.

No Brasil, por sua vez, o “crédito continua a crescer”, com “taxas de juros e inadimplência em patamares historicamente baixos”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *