Petróleo encerra em queda e WTI fecha no menor nível desde maio

Testes, férias coletivas e outras medidas compõem o Plano de Contingência da empresa para prevenção, controle e redução de riscos de contágio

18/08/2021

O petróleo, que iniciou suas operações na manhã desta quarta-feira (18) em alta de mais de 1%, reverteu suas posições e encerrou o dia em queda, com a crescente preocupação dos investidores sobre a demanda em meio à disseminação da variante delta da covid-19.

Os contratos de setembro do petróleo WTI, referência americana, chegaram ao valor de contrato mais baixo desde 21 de maio deste ano ao encerrarem em queda de 1,69%, a US$ 65,46 o barril, na Bolsa de Mercadorias de Nova York (Nymex).

Os preços dos contratos para outubro do Brent, referência global, fecharam em retração de 1,15%, a US$ 68,23 o barril, na ICE, em Londres.

Após quatro quedas seguidas, os contratos seguiam positivos, na manhã desta quarta, chegando a altas de mais de 1%, mas voltaram a cair com o temor de uma disseminação maior da covid afetar a demanda do petróleo.

Nas últimas cinco sessões, o petróleo WTI acumula queda de 6,37%, enquanto o Brent tem retração de 5,01% no período.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *