Perdigão quer que brasileiro faça churrasco com carne suína e dá as dicas

Site da processadora dá receitas e dicas de como preparar um churrasco com carne de porco

30/09/2021

Perdigão quer que brasileiro faça churrasco com carne suína e dá as dicas Carne suína passa a concorrer pelo mercado de carne no Brasil (Foto: Agência Brasil)

A Perdigão na Brasa quer que o brasileiro passe a apreciar churrasco com carne suína. Para isso, está lançando a linha expert churrasco. Ela é bastante didática e dá dicas para um churrasco perfeito na grelha, grill, frigideira ou forno.

Em nota da marca da BRF, pergunta: “você sabia que a carne suína, diferente do que muitos pensam, não precisa ser servida bem passada? Para manter toda a sua suculência e sabor, é recomendado que ela seja servida ao ponto”.

Selagem

Para manter a suculência da carne, a Perdigão ensina que o papel alumínio é superimportante no preparo do churrasco. Ele “segura” o suco da carne e mantém a densidade mesmo após levada ao forno ou à churrasqueira.

Em um dos trechos da nota, explica: “Funciona assim: pegue a peça suína (inteira) de sua escolha e, em uma frigideira com azeite e manteiga, deixe dourar cada lado por três minutos, no máximo. Esse processo, por meio da caramelização da parte externa, garantirá a suculência da peça.”

Durante o cozimento mantenha a carne em papel-alumínio para preservar as suas características, segundo o site CarneTec. Nos últimos 15 minutos do forno, tire o papel-alumínio para a carne dourar. Aguarde uns minutos para fatiar. Desta forma, ela mantém a suculência.

Ela estará pronta para o consumo assim que ficar levemente rosada. Por outro lado, o ponto certo da carne é uma opção do consumidor. A recomendação da Perdigão, é que o churrasqueiro fique atento ao tempo de cozimento. Ela é diferente para consumidores diferentes.

A temperatura ideal é outro segredo. Precisa ser controlada. Para isso, ela passa uma tabela, chamada Ideal para cada ponto: malpassado, 62°C a 65°C; mal para bem passado, 65°C a 68°C; ao ponto, 68°C a 72°C; ao ponto para mais, acima de 72°C.

Três receitas

Copa lombo com molho de maracujá; picanha suína com creme de gorgonzola e pêssegos; e hambúrguer de costela suína. “Vale ressaltar que a maneira de preparo irá influenciar diretamente no sabor e na suculência da peça escolhida, mas no fim, o que importa é cozinhar da sua forma preferida e aproveitar os alimentos. Para conferir outras dicas e receitas” informa, “basta acessar o site.”

 

Da Redação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *