Ovos, frango e suínos devem ficar 50% mais caros para o consumidor

Os preços dos insumos para o criador cresceu mais de 50% apenas em junho.

16/08/2021

Ovos, frango e suínos devem ficar 50% mais caros para o consumidor Embarques de carne suína de SC aumentam 29% em julho. (Foto: Agência Brasil)

A Associação de Proteína Animal (ABPA) estima que o preço do ovo e das carnes de frango e porco vão aumentar em até 50% para consumidor em 2021. O preço da carne vermelha no varejo fez consumidor migrar, mas essas opções também vão ficar mais caras.

O problema não está no excesso de demanda nem a exportação, mas nos altos preços dos insumos, no último ano. Apenas em junho de 2021 o Índice de Custo do Produtor (ICP) da Embrapa, cresceu 52,3% para a produção de frango e 47,53% para suínos. O milho, parte importante da composição do do índice. .

Produto básico na alimentação de suínos e frangos, o preço do farelo de soja e do milho muito cresceram e provocaram a alta. Os custos dos produtos significam 75% do ICP para criação do frango e 80,8% na de suíno.

Segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (CEPEA) foram registradas altas no milho semiduro no atacado nas praças do Recife e de Sorriso. Em Pernambuco a saca de quilos teve variação positiva de 61% e de 98,7% em Sorriso, Mato Grosso.

O farelo de soja que teve variações bem grandes dependendo da praça onde foi comercializado: em Passo Fundo (RGS) foi de mais 61,4% e em Barreiras (Bahia), alta de 82%, com a tonelada alcançando R$ 2.610,00.

(Fonte: Diário do Amazonas)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.