Ouro fecha em leve queda em meio a cenário mais calmo

Testes, férias coletivas e outras medidas compõem o Plano de Contingência da empresa para prevenção, controle e redução de riscos de contágio

30/08/2021

O ouro encerrou a sessão desta segunda-feira (30) em leve queda, em um ambiente mais calmo após os investidores na última sexta receberem positivamente o discurso do presidente do Federal Reserve (Fed), Jerome Powell.

Os preços dos contratos do ouro para dezembro encerraram em recuo de 0,40%, a US$ 1.812,20 a onça-troy na Comex da Bolsa de Nova York.

O chefe da autoridade americana monetária indicou na sexta-feira (27) que a taxa de desemprego ainda está elevada e que surto de inflação parece temporário. Powell também disse acompanhar a situação da pandemia com a variante delta.

Após esse discurso, o metal precioso fechou a sexta-feira em alta de 1,35%, acumulando um ganho de 2% na semana. Faltando apenas uma sessão para fechar agosto, o ouro acumula no mês até esta segunda-feira um leve recuo de 0,27%.

O cobre, que acumulou ganhos de 4,71% na semana passada, em meio a uma desvalorização significativa do dólar no exterior, estendeu os ganhos hoje em alta de 1%, a US$ 4,3755 por libra na Bolsa de Mercadorias de Nova York. O índice dólar DXY subiu no começo do dia, mas agora segue na estabilidade, a 92,682 pontos.

  • Leia mais: Ouro avança após fala do presidente do Fed e fecha semana com alta de 2%

Nesta semana, a atenção deve se voltar aos dados de emprego dos Estados Unidos que serão divulgados na sexta-feira (03) e podem indicar se o próximo encontro do comitê do Fed discutirá a redução de estímulos ou se isso será postergado para a reunião de novembro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *