Opinião: de grão em grão, milho aumenta a produtividade

Coluna Gestão Robusta fala sobre a técnica do grão inteiro que auxilia no desenvolvimento dos animais.

14/01/2022

Opinião: de grão em grão, milho aumenta a produtividade Saca do milho custa o dobro do que há dois anos atrás (Foto: Guilherme Viana - Embrapa)

Buscar eficiência e reduzir custos é uma das principais preocupações do pecuarista brasileiro na produção de carne bovina. Da porteira para dentro, o produtor precisa pensar (e priorizar) em técnicas e tecnologias que o ajudem nesta busca, uma delas é a tecnologia de fornecimento de grãos inteiros de milho (ou alto grão) no confinamento de bovinos de corte, sucesso nos Estados Unidos e na Europa desde a década de 1970.

A técnica do grão inteiro auxilia no desenvolvimento dos animais, já que a ingestão diária de proteína e energia aumentam de forma substancial quando comparados a animais em regime de pasto ou com suplementações mais leves, com proteinados ou proteicos energéticos.

É sobre este tema que o jornalista André Luiz Casagrande escreve na coluna Gestão Robusta desta semana. Casagrande entrevista o zootecnista Flávio Henrique Vidal Azevedo que é categórico em afirmar: “A taxa de degradação do amido do milho no grão inteiro é mais baixa, assim, o animal pode comer altas concentrações de amido com um risco menor de acidose”.

Leia a entrevista completa na coluna Gestão Robusta.

Boa leitura.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.