Minério de ferro sobe 16,8% no porto de Qingdao e volta a US$ 108,70 por tonelada

Testes, férias coletivas e outras medidas compõem o Plano de Contingência da empresa para prevenção, controle e redução de riscos de contágio

22/09/2021

Depois de 10 sessões de baixa e estabilidade, os preços do minério de ferro voltaram a subir nesta quarta-feira nos mercados à vista e futuro, recuperando o nível de US$ 100 por tonelada.

Segundo a publicação especializada Fastmarkets MB, o minério com teor de 62% de ferro avançou 16,8% no porto de Qingdao, para US$ 108,70 por tonelada. Com isso, as perdas em setembro foram reduzidas a 29,3%.

No ano, a desvalorização da commodity no mercado à vista é de 32,3%.

Leia mais: China injeta US$ 18,6 bilhões no sistema bancário com crise do Evergrande

A melhora dos preços foi impulsionada pelo primeiro sinal positivo da incorporadora chinesa Evergrande, que anunciou vai pagar nesta quarta-feira os juros de uma dívida vencida. Os riscos de falência da companhia, contudo, ainda estão presentes.

Entre participantes do mercado, há dúvidas quanto à manutenção da trajetória de recuperação dos preços do minério uma vez que a percepção é a de que a economia chinesa vai crescer mais lentamente. O país é o maior importador de minério de ferro do mundo.

Na Bolsa de Commodity de Dalian, os contratos mais negociados com vencimento em janeiro encerraram o dia com alta mais modesta, de 3,7%, a 668,50 yuan por tonelada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *