Minério de ferro recua no porto de Qingdao e sai na casa de US$ 156

Testes, férias coletivas e outras medidas compõem o Plano de Contingência da empresa para prevenção, controle e redução de riscos de contágio

30/08/2021

Os preços do minério de ferro iniciaram a semana em queda no mercado à vista, diante da expectativa de novos cortes na produção de aço na China até o fim do ano.

Segundo a publicação especializada Fastmarkets MB, o minério com teor de 62% de ferro fechou o dia em baixa de 0,6% no porto de Qingdao, para US$ 156,66 por tonelada, após quatro sessões consecutivas de valorização.

Conforme a Fastmarkets, fontes de mercado indicaram que a China poderá estabelecer restrições ainda mais rigorosas à produção de aço no país até o fim de novembro, como parte dos esforços para reduzir as emissões de carbono.

Os cortes de produção já se refletiram em redução dos estoques de aço na China, levando à alta dos preços domésticos. Esse movimento pode impedir uma queda mais acentuada do minério no curtíssimo prazo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *