Mercado do boi perde preço e deve continuar assim em abril e maio

Os fatores são o câmbio, excesso de gado a pasto e aumento das escalas de abate.

31/03/2022

Mercado do boi perde preço e deve continuar assim em abril e maio Preço da arroba do boi boi está em baixa e deve se manter assim em abril e maio (Foto: Agência Brasil)

O mercado do boi continua em baixa desde a semana passada, informa o analista de mercado Fernando Iglesias, da Safras & Mercado. Segundo ele, são dois fatores que pressionam os preços para baixo.

O primeiro, é o câmbio, com a desvalorização do dólar frente ao Real. A depreciação da moeda internacional torna as exportações menos atraente para os frigoríficos que vendem para o mercado externo.

O segundo, é o aumento significativo de bois criados a pasto no Centro-Norte do país, que facilita a compra e o aumento das escalas de abate pelos frigoríficos.

Iglesias afirma que o cenário deve se manter assim nos meses de abril e maio, quando se é o auge da oferta de animais. Mas os preços não devem cair significativamente ao longo do ano. Vai haver pouco espaço para baixas, diz o analista.

Da Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.