Mercado do boi gordo se estabiliza e alivia preços no varejo até o final de março

A avaliação é da analista de mercado da Scot Consultoria, Amanda Skakof.

24/03/2022

Mercado do boi gordo se estabiliza e alivia preços no varejo até o final de março Produção de carnes deve crescer 1.4% em 2022, afirma a FAO (Foto: Agência Brasil)

Os mercados atacadista e varejista de carne desossada na segunda quinzena de março estão com preços ajustados, andando de lado, até pela baixa demanda no período, segundo a analista de mercado da Scot Consultoria, Amanda Skokoff.

Na primeira quinzena de março, consumidores com poder de compra fragilizado pressionaram por menores preços. O mercado do boi gordo teve pequena variação com alta de 1,2% para compensar os preços da matéria prima.

Com isso, o mercado atacadista trabalhou com preços ajustados, margens de lucro apertadas, variando com pequena alta de 0,4% e, mesmo assim, não foi suficiente para repor o aumento verificado no preço da arroba.

No mercado varejista a alta foi mais consistente, em torno de 0,8%. Essa valorização maior do que no atacado é porque no ano passado ele trabalhou com margens muito justas e tentou tirar a diferença.

Desde janeiro, no entanto, a alta no mercado varejista chegou a 3 casas percentuais.

Na segunda quinzena as cotações do boi gordo estão mais firmes e com isso as margens têm sido menores. O consumidor não tem suportado as altas nos cortes e os preços devem permanecer andando de lado.

Os aumentos ao consumidor estão sendo apenas pontuais porque o próprio mercado do boi gordo estabilizou e as margens das indústrias também estão reduzidas e isso ajuda a manutenção dos preços no varejo. Esse cenário deve continuar assim até o final do mês.

Da Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.