Mercado de trabalho no agronegócio cresce e recupera perdas causadas por covid-19

Entre abril e junho deste ano, mais de 1,3 milhão de vagas foram ocupadas no setor.

16/09/2021

Mercado de trabalho no agronegócio cresce e recupera perdas causadas por covid-19 Pessoas ocupadas no setor do agronegócio tem crescimento de 7,9% (Foto: Divulgação)

A população ocupada no setor do agronegócio aumentou em 1,3 milhão de abril a junho deste ano na comparação com o mesmo período de 2020, quando o país estava em um dos momentos mais críticos da pandemia da Covid-19. O crescimento representa 7,9% na comparação dos períodos e o total de pessoas atuando no setor entre abril e junho é de 18,04 milhões. Quando comparado ao primeiro trimestre deste ano, o avanço no número de ocupados é de 3,6% (ou de 628 mil pessoas).

As informações são de uma pesquisa realizada pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Esalq/USP. O crescimento, de acordo com os cálculos do Cepea, mostra uma recuperação dos postos de trabalho no agronegócio que, em 2020, sofriam as perdas mais acentuadas no número de ocupações ocorreram no ramo agrícola, seja na agricultura dentro da porteira ou na agroindústria.

O estudo também revelou que todos os segmentos apresentaram crescimentos no número de ocupados entre o primeiro e o segundo trimestres deste ano, com destaque para a agropecuária (+4,2% ou de quase 353 mil pessoas). Na comparação entre os segundos trimestres de 2020 e de 2021, o destaque novamente foi para a agropecuária (+12,07% ou mais de 940 mil pessoas).

Com essa recuperação no segundo trimestre de 2021, a participação do agronegócio no mercado de trabalho brasileiro avançou um pouco, sendo de 20,55%, contra 20,33% no primeiro trimestre deste ano e 20,07% de abril a junho de 2020, ainda conforme cálculos do Cepea.

Os principais aumentos em termos de ocupações foram verificados para trabalhadores com ensino fundamental ou médio. Quanto ao gênero, o aumento relativo das ocupações foi superior para as mulheres.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *