Medida Provisória vai isentar importação de milho

Pis e Cofins deverão ser eliminados, segundo a ABPA

19/08/2021

Medida Provisória vai isentar importação de milho Embrapa apresenta variedade de milho resistente às mudanças climáticas (Foto: Divulgação)

O Brasil vai isentar a cobrança de PIS e Cofins para o milho importado. A informação é da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA). O governo promete publicar uma Medida Provisória até o final do mês. O objetivo é reduzir o preço dos insumos ao produtor.

O setor de carnes faz a reivindicação por causa das altas do cereal e seus impactos na ração. A safra nacional teve problemas climáticos.

A própria ministra Tereza Cristina, Agricultura, afirmou que a MP será editada. A assessoria de imprensa da ABPA afirmou ao site MoneyTimes que “houve uma reunião com a participação da ministra (da Agricultura, Tereza Cristina) e que ela confirmou que deverá sair até o fim do mês essa MP”. A informação da assessoria é do presidente da entidade, Ricardo Santin, que esteve no encontro.

O Ministério não confirmou, mas não negou, sugere o site.

A Associação de Proteínas justifica a necessidade da MP para os produtores que não compram o produto na modalidade “draweback”. Os produtores que compram por ela têm descontos especiais.

Essa medida não é excepcional. No final do ano passado o governo brasileiro suspendeu uma alíquota de importação imposta ao milho soja, óleo e farelo de oleaginosas de países de fora do Mercosul, com o mesmo objetivo.

(Da Redação, com infotmações de MoneyTimes)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.