Mato Grosso registra primeiro caso de ferrugem asiática na soja na safra 2021/2022

A doença provoca o desfolhamento precoce das plantas e quebra na produção

18/01/2022

Mato Grosso registra primeiro caso de ferrugem asiática na soja na safra 2021/2022 Mato Grosso registra primeiro caso de ferrugem asiática na safra 2021/2022 (Foto: Agência Brasil)

O primeiro caso de ferrugem asiática na lavoura de soja do Mato Grosso da safra 2021/2022 foi encontrado em Campo Verde, que fica há 142 quilômetros de Cuiabá, pelo Instituto de Defesa Agropecuária do Mato Grosso (Indea), informa o Canal do Boi.

A praga foi encontrada pelos fiscais em 11 de janeiro e foram analisadas pelo Laboratório de Sanidade Vegetal.

A doença foi encontrada numa lavoura com plantas no estágio R7, semeadas em outubro do ano passado. Para os técnicos a lesão está  no estágio leve da infecção, com apenas 0,23 lesões por folha.

A coordenadora de Defesa Sanitária Vegetal do Indea, Silvana Amaral, revelou, segundo o Canal do Noi, que “a alta umidade favorece a infecção do fungo na planta e ressalta a importância dos produtores monitorarem suas lavouras de soja”.

Essa é a doença que provoca maiores transtornos aos produtores de soja. Ela e fruto da infecção pelo fungo Phakopsora pachyrhizi e provoca a queda precoce das folhas, impedindo o crescimento dos grãos e a quebra da safra.

Da Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.