Maratona da Embrapa busca soluções inovadoras para a aquicultura brasileira

A transmissão ao vivo será a partir das 19h no canal da Embrapa no YouTube

23/08/2021

Maratona da Embrapa busca soluções inovadoras para a aquicultura brasileira Entre junho de 2020 e junho deste ano o desemprego caiu 1,5% (Foto: Agência Brasil)

Uma transmissão ao vivo pela internet as 19h desta segunda-feira (23) no canal da Embrapa no YouTube vai abrir as inscrições para a Maratona Inove Aqua. A iniciativa é para incrementar e potencializar a piscicultura. A iniciativa é da Embrapa Pesca e Aquicultura, em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

O projeto devia ter acontecido no ano passado, mas a pandemia adiou. Após um ano e meio a Embrapa decidiu implementá-lo. A pesquisadora Helen Kato, da Embrapa, disse à Agência Brasil que “é uma maratona de soluções”. Não se trata de uma competição de programação ou desenvolvimento de softwares (programas de computador) e aplicativos, completou. Em razão de pandemia, a primeira edição da maratona será realizada totalmente digital, na plataforma Discord.

“A ideia é que a gente possa trazer acadêmicos das mais variadas áreas do conhecimento para olhar para a aquicultura e ver potencial. Porque a aquicultura é uma atividade produtiva que não para de crescer e tem destaque enorme no mundo”. No Brasil, Helen afirmou que a aquicultura precisa de pouco para avançar. “Esse pouco que a gente precisa é tecnologia”. Podem participar também profissionais que já estejam no mercado.

Atividades

As inscrições, que podem ser feitas no site www.inoveaqua.com.br, vão até o dia 15 de outubro. A pesquisadora observou que as equipes interessadas devem se inscrever logo no início do processo, para não perder as ações que serão oferecidas pela Embrapa e o Sebrae, envolvendo palestras, visitas virtuais, cursos, mentorias com pesquisadores da Embrapa e outros para apoiar o desenvolvimento das soluções, entre outras iniciativas.

Dependendo do número de equipes inscritas, será feita uma pré-seleção, no final de outubro, e as melhores soluções serão apresentadas a uma banca julgadora em live, que será assistida pela cadeia produtiva. A data de escolha das equipes vencedoras ainda não foi definida, porque depende do volume de inscrições. Helen Kato disse que a cadeia produtiva é a principal interessada no resultado da maratona.

Ela explicou que esse tipo de evento não obriga os vencedores a ceder para a Embrapa Pesca e Aquicultura soluções que sejam boas para a cadeia produtiva do setor. Deixou claro, entretanto, que as portas da Embrapa estão abertas para possíveis parcerias com as universidades. “É interesse da Embrapa desenvolver tecnologias por meio da inovação aberta. A gente está sempre buscando isso”.

Inovação

Helen afirmou que o objetivo do evento é estimular o ecossistema de inovação da cadeia produtiva, mostrar que a aquicultura “é um espaço com necessidades a serem resolvidas por tecnologia, seja ela de software, de hardware (parte física dos computadores), de programação, e isso vai estimular o país como um todo”. A meta é aumentar a produtividade e a sustentabilidade do setor.

As três melhores soluções receberão prêmios no valor de R$ 5 mil, para o primeiro colocado, R$ 2 mil para o segundo e R$ 1 mil para o terceiro. O Inove Aqua conta com o apoio da Secretaria de Aquicultura e Pesca do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.

Da Redação, com informações da Agência Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *