Lewandowski pede que Alcolumbre explique demora em pautar sabatina de Mendonça

Testes, férias coletivas e outras medidas compõem o Plano de Contingência da empresa para prevenção, controle e redução de riscos de contágio

21/09/2021

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), pediu informações ao presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), sobre a sabatina de André Mendonça, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para a Corte.

O despacho ocorreu depois de os senadores Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e Jorge Kajuru (Podemos-GO) apresentarem um pedido para obrigar Alcolumbre a marcar a data para a análise do nome na CCJ do Senado, uma das etapas obrigatórias no processo para chegar ao STF.

Ex-advogado-geral da União e ex-ministro da Justiça e Segurança Pública de Bolsonaro, Mendonça foi indicado para a vaga em 12 de julho, após a aposentadoria de Marco Aurélio Mello. Mais de dois meses depois, porém, Alcolumbre ainda não pautou a análise do caso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *