JBS tem lucro de R$ 7,6 bi no último trimestre, e a BRF prejuízo

Os balanços foram conhecidos pelo mercado financeiro nesta quarta-feira (10)

11/11/2021

JBS tem lucro de R$ 7,6 bi no último trimestre, e a BRF prejuízo China libera a entrada da carne brasileira que foi licenciada até 4 de setembro e está parada nos portos do país (Foto: Divulgação)

Duas grandes processadoras brasileiras que processam proteína animal tiveram resultados financeiros opostos no terceiro trimestre de 2021, ao final de setembro. Enquanto a JBS anuncia um lucro de R$ 7,6 bilhões, a BRF arcou com um prejuízo de R$ 271 milhões no mesmo período. O mercado financeiro ficou sabendo do resultado dos balanços nesta quarta-feira (10). A JBS mais do que dobrou o lucro do mesmo trimestre do ano passado, que foi de R$ 3,1 bilhões. A informação é do site especializado CarneTec.

No caso da JBS a receita líquida cresceu 32,2% chegando a R$ 92,6 bilhões, com faturamento positivo em todas as plantas. O Ebitda (sigla para lucro antes de juros, amortizações, depreciação e ouros encargos) quando ajustado, resultou em R$ 13,9 bilhões, com registro de alta de 74,2% na comparação com idêntico período do ano passado.

A JBS, nesse período do ano passado, teve um lucro líquido de R$ 219 milhões. Este ano, segundo um comunicado da diretoria e reproduzido pelo CarneTec, “ prejuízo apurado pela companhia é principalmente decorrente do resultado financeiro, dada a atualização do valor justo da opção de venda relacionada à combinação de negócios da ‘put option’ Banvi”. A entrada total foi de R$ 12,4 bilhões crescendo 24,6%. O Ebitda foi de R$ 1,36 bilhão, com registro de crescimento de 3,9% na comparação com o mesmo período de 2020 e a margem caiu 2,2 pontos percentuais e chegou a 11%.

A BRF informa também que “registrou crescimento de 20% na receita líquida, chegando a R$ 6,4 bilhões, devido ao preço médio de no preço de venda. Na comparação anual, as vendas caíram 0,6%. O comunicado da empresa afirma que “realizamos repasses de preços para reequilibrar as margens da indústria ante um cenário inflacionário global e sem precedentes”. No exterior, a empresa obteve um lucro de 26,4%.

Na JBS, a unidade da Seara cresceu 38,2% com R$ 9,6 bilhões de faturamento. Vendeu mais 20,4% no mercado interno e teve mais 14,7% de lucro no período. Mais 44% do que no ano passado e chegou a R$ 4,9 bilhões.

Já a JBS Brasil, iniciando seus negócios com carne bovina, alcançou receita de líquida de R$ 15,5 bilhões, com alta de 35,3% na comparação anual. O número de animais abatidos diminuiu por casa da suspensão das exportações para a China.

Mesmo assim, a receita líquida cresceu 50,1%, com crescimento no volume de vendas e na receita.

A JBS USA Beef, unidade de carne bovina nos Estados Unidos, cresceu muito com a forte demanda por carne bovina na América do Norte e esse consumo foi decisivo. As plantas localizadas naquela região ajudaram a alavancar as vendas para a Ásia e, para o maior mercado daquele continente, a China.

No demonstrativo dos resultados do ano, a JBS informa que “estamos investindo mais de US$ 130 milhões na indústria de carne bovina dos EUA para aumentar a nossa capacidade de produção e mais de US$ 150 milhões em aumentos salariais anualizados para colaboradores em nossas nove fábricas”.

Da Redação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *