Inflação na cidade de São Paulo acelera pela 11ª semana seguida para 1,18%

Testes, férias coletivas e outras medidas compõem o Plano de Contingência da empresa para prevenção, controle e redução de riscos de contágio

10/08/2021

A inflação na cidade de São Paulo acelerou pela 11ª semana consecutiva, para 1,18%, na chamada primeira quadrissemana de julho, vindo de um piso recente de 0,28% registrado na segunda leitura de maio, segundo o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) calculado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

Na mesma medição em 2020, o IPC da Fipe registrava inflação de 0,28%. Já a imediatamente anterior à divulgada nesta terça-feira (10), a do encerramento de julho, ficou em 1,02%. Na primeira medição do mês passado, a inflação acumulada era de 0,86% nos 30 dias até a data.

Das sete classes de despesa que compõem o indicador, quatro mostraram inflação maior em relação à leitura da semana anterior: Habitação (1,28% para 1,39%), Alimentação (1,52% para 1,92%), Transportes (0,79% para 0,95%) e Despesas Pessoais (0,69% para 0,87%).

As demais verificaram inflação menor, por essa base de comparação: Saúde (0,18% para 0,04%), Vestuário (0,38% para 0,22%) e Educação (0,20% para 0,09%).

Essa leitura comparou os preços coletados de 8 de julho a 7 de agosto com os registrados entre 8 de junho e 7 de julho. A próxima divulgação, com a inflação dos 30 dias até a segunda semana de agosto, acontecerá no dia 17.

Categorias:

Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *