Indústria e serviços da zona do euro aceleram expansão em julho

23/07/2021

O Índice de Gerente de Compras (PMI, na sigla em inglês) composto da zona do euro subiu para 60,6 pontos em julho, de 59,5 em junho, o nível mais alto em 21 anos, segundo dados preliminares da IHS Markit. O resultado superou a expectativa de economistas ouvidos pelo “Wall Street Journal”, que esperavam 59,9 pontos.

O PMI composto, formado a partir dos desempenhos de indústria e serviços, foi impulsionado pela performance do segundo. O PMI de serviços subiu para 60,4 em julho, de 58,3 em junho, enquanto o PMI industrial da zona do euro caiu para 62,6 pontos em julho, de 63,4 em junho.

Leituras acima de 50 apontam expansão das atividades, enquanto abaixo de 50 sugerem contração.

“A zona do euro está passando por um surto de crescimento com o afrouxamento das restrições de combate ao vírus em julho impulsionando a atividade ao ritmo mais rápido em 21 anos. O setor de serviços, em particular, está aproveitando o alívio nas medidas contra a covid-19 e melhores taxas de vacinação, especialmente em relação ao setor de hospitalidade, viagens e turismo”, comentou o economista-chefe da IHS Markit, Chris Williamson.

Na Alemanha, o PMI industrial subiu para 65,6 pontos em julho, de 65,1 em junho, de acordo com os dados preliminares da IHS Markit. O PMI de serviços alemão avançou para 62,2 pontos em julho, de 57,5 em junho.

A combinação dos resultados levou o PMI composto alemão a subir de 60,1 para 62,5 pontos em julho, segundo os dados preliminares, atingindo o nível mais alto desde que a pesquisa começou a ser feita em 1998.

“A economia do setor privado da Alemanha continua na via rápida da recuperação”, diz Phil Smith, economista da IHS Markit.

Categorias:

Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.