Indústria de máquinas encerra 2021 com crescimento de 21,6% na receita líquida

Vendas internas e externas alcançaram R$ 222,4 bilhões no ano. Postos de trabalho também aumentaram, em média, 15,6% durante o ano.

26/01/2022

Indústria de máquinas encerra 2021 com crescimento de 21,6% na receita líquida Setor de máquinas e equipamentos agrícolas representou 12,3% do total das exportações. (Foto: Divulgação/Jonh Deere)

A indústria de máquinas e equipamentos fechou 2021 com acréscimo de 21,6% na receita líquida, com vendas internas e externas alcançando R$ 222,4 bilhões. Os dados foram divulgados nesta quarta (26) pela Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq). Ainda de acordo com a instituição, as vendas no mercado interno o atingiram R$ 168,1 bilhões e as exportações alcançaram US$ 9,38 bilhões, crescimento de 25,3% e 34,2%, respectivamente, em relação a 2020.

A Abimaq comentou que 2021 foi o quarto ano consecutivo de crescimento nas vendas e, na avalição da entidade, isso representa um ciclo de recuperação de investimentos no setor.

Com relação às importações, o Brasil comprou R$ 308,9 bilhões em máquinas e equipamentos em 2021, o que representa 14,8% a mais que 2020.

A Abimaq informou que dezembro terminou com demanda de mão de obra 12,9% superior a 2020, somando 367,5 mil empregos gerados no último mês de 2021. Segundo a entidade, as contratações de mão de obra para produção de máquinas e implementos agrícolas foi a principal responsável por esse aumento de vagas. No comparativo anual, os postos de trabalho o setor foi, em média, 15,6% em todos os meses de 2021.

Da Redação. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.